Segunda-feira, 17 de julho de 2017 às 9:17 em Novidades
Scalene revela capa de 'Magnetite', terceiro álbum de estúdio da banda

 

O terceiro álbum de estúdio da banda brasiliense Scalene se chama Magnetite, nome de minério com alto poder magnético composto por combinações de óxido de ferro. Com capa que expõe (bela) arte de Bruno Luglio, o disco chega ao mercado fonográfico em 18 de agosto de 2017. É o primeiro álbum de estúdio do grupo desde Éter (2015) e o primeiro trabalho desde o DVD de caráter retrospectivo Ao vivo em Brasília (2016).

O repertório inteiramente autoral de Magnetite é formado por 12 músicas inéditas compostas por integrantes da Scalene no que Gustavo Bertoni, vocalista e guitarrista da banda, conceitua como "A primeira experiência de composição fora da bolha e com 100% de certeza de que seremos músicos para sempre".

Produzido por Diego Marx e gravado no Red Bull Studios, na cidade de São Paulo (SP), o álbum Magnetite é caracterizado como "um disco mais livre e assertivo" por Bertoni. "Aparecerão mais polirritmia e influências brasileiras do universo de rock alternativo, camadas de post rock e intenções stoner rock, além de pitadas sutis de música eletrônica" lista Gustavo, que forma a banda Scalene com o irmão, Tomás Bertoni (guitarra), e com Lucas Furtado (baixo) e Phillipe Conde (bateria e vocal).

(Crédito da imagem: capa do álbum Magnetite, da banda Scalene. Arte de Bruno Luglio)

 

Eis, na ordem do álbum, as 12 músicas inéditas que compõem o repertório autoral de Magnetite:

 

1. Extremos pueris

2. Ponta do anzol

3. Cartão postal

4. Esc (Caverna digital)

5. Distopia

6. Frenesi

7. Maré

8. Fragmento

9. Trilha

10. Velho lobo

11. Heteronomia

12. Phi

 

Fonte/Reprodução: G1

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!